segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Livros de Darwin

Hoje as Bibliotecas Escolares divulgam alguns livros de Darwin. 

Podes consultá-los ou requisitá-los na biblioteca da ESCM!


   No livro "A Origem das Espécies", publicado em 1859, Darwin expõe "num longo argumento" a sua teoria e revoluciona o lugar do Homem no Universo. 

   "É interessante contemplar a vegetação densa de uma margem, revestida com muitas plantas de muitos tipos, aves que cantam nos arbustos, vários insetos que esvoaçam em volta, vermes que rastejam pela terra húmida, e refletir no facto de estas formas sofisticadas, tão complexamente diferentes e dependentes entre si, terem todas sido produzidas por leis que agem à nossa volta. (...) Assim, da guerra da natureza, da fome e da morte, resulta diretamente o mais exaltado objeto que somos capazes de conceber, isto é, a produção dos animais superiores. Há grandiosidade nesta perspetiva de a vida, com os seus diversos poderes, ter sido originalmente insuflada em algumas formas de vida ou numa só; e de, enquanto este planeta continua a girar segundo a lei fixa da gravidade, a partir de um começo tão simples, terem evoluído e continuado a evoluir intermináveis formas belíssimas e absolutamente prodigiosas."
Darwin, A Origem das Espécies.


   No livro "A Origem do Homem e a Seleção Sexual", publicado em 1871, Darwin insere abertamente os primatas na nossa árvore genealógica e considera as raças uma única família, diversificada pela "seleção sexual". Uma obra que continua a influenciar a forma como nos nos vemos enquanto seres humanos.

   "A natureza da obra que se segue será melhor compreendida através de uma descrição breve do porquê e das circunstâncias em que veio a ser escrita. Durante muitos anos recolhi notas sobre a origem ou ascendência do Homem sem nenhuma intenção de publicar sobre o assunto; estava, pelo contrário, determinado a não publicar, porque pensava que se o fizesse iria apenas aumentar os preconceitos já existentes contra a minha visão das coisas. (...) O Homem deve ser associado aos outros seres orgânicos em qualquer conclusão geral a respeito da forma como apareceu nesta terra. (...) Como consequência das visões hoje adotadas pela maioria dos naturalistas, e que acabarão, como em todos os outros casos, por ser aceites também pelos que não são cientistas, fui levado a reunir as minhas notas para ver até que ponto as conclusões gerais, obtidas nos meus trabalhos precedentes, se aplicavam ao Homem."

Charles Darwin, A Origem do Homem e a Seleção Sexual.


Boas Leituras!!!

Sem comentários: