sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Leituras na Planície

 As Bibliotecas Escolares apresentam o cartaz de divulgação do concurso "Leituras na Planície"
   Em breve daremos notícias sobre as fases e os participantes deste concurso de leitura.


Até lá, boas leituras!

sábado, 11 de janeiro de 2020

Sugestão de Leitura - Janeiro

  As Bibliotecas Escolares desejam a toda a comunidade educativa 
um Feliz Ano Novo!

  Para este mês de janeiro, sugerimos a leitura de Entre Amigos, de Amoz Oz. Neste livro de contos, o autor explora os relacionamentos entre amigos e inimigos, pais e filhos, homens e mulheres, crianças e adultos, numa escrita bela e comovente. 

Livro disponível na BE da ESCM
"Num conjunto de oito contos interligados, Entre Amigos recria a realidade de um kibutz. Durante os anos 1950, no imaginário kibutz Ykhat, vizinho de uma antiga aldeia árabe então abandonada, israelitas de diferentes origens e idades partilham um quotidiano de trabalho árduo e dedicado. O livro tem início com o solitário Tsvi Provizor, que se ocupa cuidadosamente dos jardins do kibutz, mas que no seu tempo livre lê jornais e escuta a rádio, espalhando com especial prazer notícias de tragédias e calamidades. O último conto incide sobre os últimos dias do velho sobrevivente do Holocausto, Martin Vandenberg, que acredita na abolição de todos os estados nacionais e numa fraternidade mundial e pacifista, coroada pelo uso do esperanto como idioma comum a todas as pessoas. Cada história compõe um eloquente retrato de um ideal de humanidade numa época intensa e contraditória."
Edições D. Quixote (texto adaptado)

Sobre o autor...


   Amoz Oz nasceu em Jerusalém, em 1939. Estudou Literatura e Filosofia na Universidade Hebraica de Jerusalém entre 1960 e 1963, período durante o qual publicou os seus primeiros contos. Iniciou uma carreira como jornalista e, na década de 70, fundou o movimento Peace Now, em defesa da constituição conjunta dos Estados de Israel e da Palestina. 
  A sua vasta obra literária inclui diversos contos, romances e ensaios, onde, numa escrita clara e luminosa, relata as pequenas e grandes histórias que compõem o passado e o presente de Israel. Em 1991 tornou-se membro da Academia da Língua Hebraica. Os seus livros receberam diversos prémios e distinções, de entre os quais se destaca o Prémio Goethe, em 2005, e o Prémio Príncipe das Astúrias, em 2007. Amoz Oz faleceu em Jerusalém, Israel, em 2018. 

BOAS LEITURAS

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

BOAS FESTAS!

  Neste Natal, as Bibliotecas Escolares sugerem a leitura do livro "Histórias de Natal"

   Com textos expressivos e belas ilustrações, podemos encontrar neste livro diversos contos, receitas e atividades que tornarão estes dias mais divertidos. 

   As Bibliotecas Escolares desejam a toda a comunidade educativa um Feliz Natal e um Excelente Ano Novo!


BOAS LEITURAS!

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Teatro em Reguengos de Monsaraz


O Regresso de Ulisses

   A Companhia de Teatro “EDUCA” atuará dia 13 de dezembro às 11h 30m no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz. Apresentará a peça “Ulisses”, inspirada na obra homónima de Maria Alberta Menéres, de leitura obrigatória para os alunos do 6º ano.
  Os alunos da Escola Básica António Gião serão acompanhados pelos professores e um agente da Escola Segura até ao Auditório para onde se deslocarão a pé.
  A Companhia de Teatro “EDUCA” foi fundada no ano letivo 2009/2010 com o objetivo de desenvolver um trabalho pedagógico junto das escolas.
                     Caroline, Filipa, Rui e Tiago, alunos do 6ºA.

           

   "Foi Homero, poeta grego, quem contou no seu livro Odisseia as façanhas de Ulisses, rei de Ítaca, adorado por todos os que o conheciam. 
   Muitas e estranhas foram as viagens que fez à volta do mundo e de si mesmo. A sua fama correu de boca em boca e todos o consideravam o mais astuto dos mortais e o mais valente marinheiro. Ulisses passou grande parte da sua vida navegando de aventura em aventura, por entre Ciclopes e Sereias encantatórias ou tentando libertar-se da misteriosa Feiticeira Circe para regressar à sua Penélope. Diz-se que, nesses tempos de antigamente, não houve homem que mais sofresse e mais feliz fosse do que o espantoso Ulisses."
Porto Editora (texto adaptado)
Sobre a autora...
Maria Alberta Menéres nasceu em Vila Nova de Gaia, no dia 25 de agosto de 1930. Licenciada em Ciências Histórico-Filosóficas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi professora de Língua Portuguesa e História no ensino técnico, preparatório e secundário. Publicou mais de 100 livros infantis e juvenis, de entre os quais se destaca "Ulisses". Em 1986 recebeu o Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e, em 2010, foi agraciada com a Condecoração da Ordem de Mérito Civil no grau de Comendador. Faleceu em Lisboa, no dia 15 de abril de 2019. 


  No mesmo dia - 13 de dezembro -, pelas 9h30m, os alunos do 5º ano irão assistir à peça de teatro O Príncipe Nabo inspirada na obra homónima de Ilse Losa.
  Esta sessão, organizada pelos professores de Português do 2º ciclo, é uma das atividades desenvolvidas em parceria com o projeto da BE intitulado "As Histórias da Nossa Turma".

  

Era uma vez uma princesa chamada Beatriz, que vivia no Castelo da Abundância. Iam lá príncipes de toda a parte para lhe pedirem a mão em casamento. mas a princesa troçava deles, porque era vaidosa e arrogante. Por fim só restavam, além de alguns príncipes velhinhos e arruinados, mais três. Mas a princesa também se riu deles e desprezou-os a todos. Então, Sua majestade, o rei do Castelo da Abundância, farto de aturar uma filha embirrenta, disse que a ia dar ao primeiro homem que aparecesse no castelo, fosse ele príncipe, músico ou pobre de pedir."
Ilse Losa, O Príncipe Nabo.



Sobre a autora...

Ilse Lieblich Losa nasceu em Melle-Buer, Alemanha, no dia 20 de março de 1913. Estudou em Hannover mas, devido à sua origem judaica, foi perseguida pela Gestapo. Conseguiu fugir do país em 1930, passou algum tempo na Inglaterra e chegou a Portugal em 1934, fixando-se no Porto. Dedicou a sua vida à literatura infantil e juvenil. Em 1984 recebeu o Grande Prémio Gulbenkian pelo conjunto da sua obra dirigida a crianças. Faleceu em 2006.






BOAS LEITURAS!

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Sophia de Mello Breyner Andresen

  Sophia de Mello Breyner Andresen completaria 100 anos no dia 6 de novembro. Um pouco por todo o país celebra-se, assim, o centenário do nascimento da poetisa com concertos, conferências, exposições, peças de teatro e outras atividades que decorrerão até ao dia 20 de dezembro.


 Neste âmbito, as Bibliotecas Escolares têm vindo a dinamizar um conjunto de atividades que visam dar a conhecer a vida e a obra de Sophia. 
  Até ao momento foram realizadas sessões de animação de leitura nas turmas 8ºA, 8ºB, 9ºA e 9ºB, resultantes de uma parceria entre o projeto "Conta Comigo, Sophia", da disciplina de Português, e o projeto "Juntos Criamos o Futuro - Proteção dos Oceanos", das Bibliotecas Escolares.
  Ao longo das sessões, os alunos aprofundaram os seus conhecimentos acerca da vida e obra da poetisa e partilharam experiências de leitura, construindo elos de ligação entre diversos saberes. 

  Aqui ficam algumas obras de Sophia que podes encontrar na Biblioteca da tua escola. São belas histórias que te levam a aprender, imaginar e sonhar!










  Comecei a escrever numa noite de Primavera, uma incrível noite de vento leste de Junho. Nela o fervor do universo transbordava e eu não podia reter, cercar, conter - nem podia desfazer-me em noite, fundir-me na noite.
  No gume da perfeição, no imenso halo de luz azul e transparente, no rouco da treva, na quási palavra de murmúrio da brisa entre as folhas, no íman da lua, no insondável perfume das rosas, havia algo de pungente, algo de alarme.
  Como sempre a noite de vento leste misturava êxtase e pânico.


BOAS LEITURAS!

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Halloween Literário

  As Bibliotecas Escolares comemoram o Halloween ou Dia das Bruxas com mais uma sugestão de leitura, desta vez repleta de aventuras algo assustadoras, mas muito divertidas.

 Coraline e a Porta Secreta, de Neil Gaiman

PNL - Leitura recomendada para o
 5º ano de escolaridade (leitura orientada)

  Na nova casa de Coraline Jones existem vinte e uma janelas e catorze portas. Treze podem-se abrir e uma está sempre fechada. Um dia, Coraline decide investigar o que existe para lá desta porta misteriosa e descobre uma passagem secreta para outra casa exatamente igual à sua, contudo muito diferente... Nesta casa encontra uma série de coisas muito estranhas e outros pais que, na aparência, são exatamente iguais aos seus... O que irá acontecer?
Editorial Presença (testo adaptado).



  Visita a Biblioteca Escolar da Escola António Gião. Aí podes encontrar este e outros livros onde as histórias fantasmagóricas vão tornar o teu Dia das Bruxas muito divertido!

Decorações de Halloween na BE da Escola António Gião


BOAS LEITURAS!

sábado, 26 de outubro de 2019

Dia da Biblioteca Escolar

  No âmbito das comemorações do Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE) e do Dia da Biblioteca Escolar (28 de outubro), as Bibliotecas Escolares do Agrupamento têm vindo a realizar diversas atividades que visam celebrar as bibliotecas, os livros e a leitura


  Na Escola António Gião, as turmas do 5º ano de escolaridade visitaram a Biblioteca Escolar e ficaram a conhecer as regras de funcionamento e o horário daquela que será agora a sua biblioteca. 

  No final da visita, os alunos participaram na atividade "Vamos imaginar...". Cada aluno foi convidado a imaginar-se na pele de livros, filmes, personagens, letras ou sinais de pontuação e, a partir daí, responder a algumas questões. As respostas são interessantes e engraçadas... Aqui ficam alguns exemplos:

* Vamos imaginar que és a Fiona no filme Shreak. O que estarias a fazer agora?
- Estaria montada num cavalo voador... voaria para um mundo mágico... chegaria a um castelo de terror e aparecia um dragão que cuspia para o chão!

* Vamos imaginar que és um livro. O que estarias a fazer agora?
- Estaria a ensinar alguém a voar e a sonhar. Estaria a viajar até onde a imaginação me levasse.

* Vamos imaginar que és a letra Z. O que estarias a fazer agora?
- Estaria zangado com tanto zumbido da abelha Zélia - zum, zum, zum... - que picou na zebra Zilda.

* Vamos imaginar que és um ponto de interrogação. O que estarias a fazer agora?
- Estaria a fazer perguntas a toda a gente, como por exemplo, "porque é que eu tenho uma forma tão estranha?"


   A cada turma foi entregue um dossier de leitura, com separadores por aluno, para colocarem todas as fichas de leitura recreativa. Este dossier ficará guardado na sala de aula. Por cada livro lido, os alunos preencherão uma ficha e ser-lhes-á entregue uma borboleta em origami. Cada turma tem uma cor atribuída para assim poder distinguir- se das restantes. 

  Ao longo da atividade "Vamos imaginar..." os alunos puderam, assim, descobrir bons motivos para lerem livros!


BOAS LEITURAS!