sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Dia de Reis


Dia de Reis - 6 de janeiro

Adoração dos Magos, Frans Francken (1581 -1642)
     "Os Reis" são comemorados na passagem de 5 para 6 de janeiro, datas que correspondem, na tradição cristã, à visita que os três Reis Magos fizeram ao Menino Jesus.

    
Adoração dos Magos, Domingos Sequeira, século XVI

   Guiados por uma estrela, a Estrela de Belém, Belchior, Baltazar e Gaspar homenageiam o Menino com oferendas trazidas das suas terras longínquas: da Ásia, Gaspar traz incenso para proteger o Messias (o incenso purificava o ar); Belchior, vem da Europa e traz ouro, o presente que simboliza a realeza e a riqueza; de África, veio Baltazar que traz mirra, um óleo balsâmico reservado aos profetas e com propriedades curativas.
Adoração dos Magos, Domingos Sequeira, 1828

       A tradição natalícia determina que, nesta data, a família se volte a reunir para celebrar a chegada dos Reis, come-se bacalhau com batatas cozidas, bolo-rei, pão-de-ló, sonhos e rabanadas (em Espanha, trocam-se presentes).

     Cantam-se as janeiras ou os reis, cânticos que se iniciam no dia após o Natal e prolongam-se até ao Dia de Reis.

      No dia que se segue ao Dia de Reis, começam a retirar-se os enfeites que decoram as casas.



    Para assinalar os Reis, as Bibliotecas Escolares sugerem as seguintes leituras:

A noite de Natal” de Rina Risitano


Contos e Lendas de Portugal e do Mundo”, seleção, adaptação e reconto João Pedro Mésseder e Isabel Ramalhete, em especial “A meia de Natal” (Lenda tradicional da Alemanha e de países de língua inglesa)


História com Reis, Rainhas, Bobos, Bombeiros e Galinhas” de Manuel António Pina

“Foi numa Noite de Natal.

Estávamos em maio mas não fazia mal,
                tinha havido uma avaria no Calendário (…)”

Sem comentários: