terça-feira, 2 de julho de 2013

José Luís Peixoto (divulgação)

    

     Na sequência da nossa publicação anterior gostaríamos hoje de dar destaque ao prémio atribuído, no dia 1 de julho, ao escritor José Luís Peixoto vencedor da primeira edição do Prémio Salerno Livro d’Europa, em Itália, com a sua obra "Livro"
       "Livro" conta a história de Ilídio, um rapaz abandonado pela mãe, numa aldeia indeterminada. Conta-nos a sua vida e os percalços e  histórias das pessoas que ali vivem. "Livro" é uma viagem que não devemos perder.
    
"(1948)A mãe pousou o livro nas mãos do filho.
Que mistério. O rapaz não conseguia imaginar um propósito para o objecto que suportava. Pensou em cheirá-lo, mas a porta do quintal estava aberta, entrava luz, havia muita vida lá fora. O rapaz tinha seis anos, fugiu-lhe a atenção, distraiu-se, mas não se desinteressou pelo livro, apenas deixou de o interrogar enquanto objecto em si começou a questioná-lo de maneira muito mais abstracta, enquanto intenção, enquanto sombra de um acto.
A mãe disse o nome do filho:
Ilídio."
   E assim se inicia este romance.


  Mais informações em http://www.publico.pt/cultura/noticia/jose-luis-peixoto-ganha-premio-em-italia-1598934



Sem comentários: